Espaço de discussão sobre o comportamento de consumo das crianças na Internet

Posts marcados ‘Caloi’

Quero a minha Caloi

*Por Nereu Leme

Dedinho digital. Parece que as crianças de hoje já nascem com esse dom na ponta dos dedos. Desde cedo, elas são estimuladas a apertar botões, falar em telefones celulares e brincar com equipamentos que são ou simulam um computador.

É só começar a se alfabetizar para aprender a escrever a palavra Google e fazer buscas de vídeos dos cantores do momento, jogos eletrônicos e brincadeiras de pintar, montar parques, circos, zoológicos, cidades.

Agora, presente de Natal para as crianças é CD do Black Eyed Peas; DVD do Jonas Brothers, máquina fotográfica digital, telefone celular, minicomputador ou Notebook, iPad.

Na minha infância, jogávamos pião na rua, fazíamos campeonato de bolinha de gude, enquanto os mais ricos andavam de bicicleta.

Poucos tinham aparelho de TV, que na maioria eram preto e branco. Apesar de já existir a TV em cores era muito cara. Telefone? Nem analógico. Usávamos o orelhão de um depósito de materiais de construção. O único telefone público da vila. A linha demorava tanto que, depois de 15 minutos esperando por ela, a gente era obrigado a voltar para o fim da fila e começar tudo novamente em busca de uma linha para completar a ligação.

Nosso sonho era ganhar uma bicicleta. Quase não havia importação e a marca do desejo era a Caloi.

Caloi

Bicicleta Caloi antiga

Hoje, as crianças querem outras coisas. Algumas até andam de bicicleta, mas o desejo de consumo é digital. Elas nem sabem o que significa a palavra “analógico”, pião, bolinha de gude.

Em tempos de dedo digital, “quero a minha Caloi”.

*Nereu Leme – Jornalista, presidente da Casa da Notícia. Trabalha com comunicação há mais de 40 anos. @nereuleme

Anúncios